Amazon MP3 Clips

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Jesus nos enviou para colher


Colhendo entre os Samaritanos
João 4:31-38
Introdução
Jesus veio buscar e salvar o perdido, e barreiras sociais, culturais e religiosas ou políticas não podiam impedi-lo de fazer isso.
Era comum os judeus evitarem passar por Samaria, mas Jesus desejava testemunhar para os Samaritanos; povo desprezado pelos judeus.
Era incomum naquela cultura um homem falar com uma mulher desconhecida; agora um judeu conversar com uma samaritana era ainda mais incomum. Jesus inicia seu testemunho entre os samaritanos de uma maneira imprevisível , conversando com uma mulher samaritana.
Até que ponto nos interessamos pela salvação dos perdidos?
Será que estamos evitando o contato com os perdidos.
Temos testemunhado de forma natural o evangelho de Cristo, ou será que o excesso de preparação tem se tornado uma pedra no caminho?
Uma grande motivação para fazer mos missões e evangelismo é o fato de que:
Proposição: Jesus nos enviou para colher.
Jesus nos apresenta algumas garantias para sua afirmação:
Seu maior objetivo era realizar a obra do Pai. V.31-34.
A fome de Jesus era fazer a vontade de Deus.
A sede de Jesus era pretexto de testemunho do evangelho.
Jesus estava decidido à cumprir a missão para a qual foi enviado.
Jesus envolveu homens comuns neste processo missionário.
“A maior necessidade de Cristo era satisfazer a necessidade da humanidade. Qual é a sua maior necessidade?
Os campos estão prontos para a ceifa. V.35-37
Entre a semeadura e a ceifa, era necessário esperar 4 meses; mas a semeadura de Jesus é diferente, é urgente, não há tempo a perder.
É necessário erguer os olhos e perceber o mundo em nossa volta. Há pessoas prontas para ouvir de nós o evangelho da graça.
Nosso galardão ou alegria é o fato de colhermos vidas. Frutos para a eternidade.
Há dois tipos de trabalhadores no campo: aquele que semeia e aquele que colhe. O fruto não existiria sem o trabalho de ambos, e assim todos participam e se alegram com os frutos.
“Existem aqueles que apenas observam o semeador e o ceifeiro trabalhar, e não participam dos frutos. Que isso não seja verdadeiro para nós; que você possa ser ativo na colheita do Senhor”.
Ele nos deu autoridade para ceifar. V.38
Somos representantes de Cristo nesta colheita.
A ceifa é certa porque a semeadura foi feita. Aqui Cristo se refere aos profetas e a sua própria obra.
O trabalho foi iniciado e nós precisamos participar de sua conclusão.
Conclusão
Você crer que a semeadura já foi feita?
Você está colhendo ou observando como os discípulos?
Você duvida que Deus pode e quer te usar na colheita?
A mulher samaritana imediatamente partilhou a sua experiência com outras pessoas. Apesar de sua reputação, muitos aceitaram o convite dela e foram ao encontro de Jesus.
Não deixe que Jesus o surpreenda em suas desculpas! Olhe a sua volta, e você encontrará pessoas prontas para ouvir a Palavra de Deus.
Porque Jesus garante:
> Seu desejo é realizar a obra do Pai através de nós, agora.
> Os campos estão prontos para a ceifa. (colheita)
> Ele nos deu autoridade para ceifar. (colher)